Forgotten Realms – As Dez Cidades do Norte

As Dez Cidades do Vale do Vento Gélido

Material não oficial de campanha para Forgotten Realms e D&D 4.0

 

As Dez Cidades foram uma confederação de aldeias de pescadores localizadas em Vale do Vento Gélido , limitado individualmente pelo lagos Lac Dinneshere , Dualdon Maer e Redwaters , e da montanha Cairn Kelvin .

Governo

Decisões oficiais para as cidades são feitas por um conselho composto por um membro influente de cada cidade. Estes membros do conselho se encontram no prédio do conselho em Bryn Shander , que é unanimemente reconhecida como a capital das Dez Cidades, e do Vale do Vento Gélido em si, uma vez por mês durante a temporada de verão, e uma vez a cada três no inverno.

 

As cidades:

Bryn Shander

Bryn Shander é a maior das Dez Cidades e conhecida por ser um centro comercial no Vale do Vento Gélido.

Em 1351 DR , as dez cidades foram atacadas pelos bárbaros do Vale do Vento Gélido e com a ajuda do lendário Drizzt Do’Urden, a horda foi derrotado às portas da cidade. Em um posterior acordo de paz com as 2 tribos invasoras, foram cedidas duas cidades em troca da paz:  Caer-Konig e  Bremen foram cedidas às tribos  Revjak e Wulfgar, respectivamente.

A cidade é a única que não situada às margens de um dos lagos da região: Maer Dualdon , Redwaters , ou Dinneshere Lac , sendo murada  em cima de uma colina, com planícies de neve que se estendem em todas as direções.

É governada por um estrangeiro, um draconaco albino de nome Thorken, que chegou à região há algumas décadas e conquistou o respeito dos cidadãos, não somente por seus bons atos, mas com sua semelhança aos dragões brancos que outrora voavam pela região.

 

Lonelywood

A mais gélida e afastada das cidades da região, é praticamente um povoado às margens do  Maer Dualdon. Ela foi fortemente sitiada pela tribo Wulfgar no passado, e esta herança deixa cicatrizes na cultura desse povo, que reveza a pesca e o artesanato com o treinamento militar. Todos os homens adultos possuem algum treinamento em armas e, em tempos de guerra todos podem ser chamados ao seu exército.

 

Caen-Dinival

A cidade irmã de Caer-Konig segue livre da influência dos bárbaros da tribo Revjak, porém sua população vive desconfiada e vários espiões vivem na floresta que separa as duas cidades, a vigiar a movimentação da cidade vizinha.

 

Termalaine

A cidade de Termalaine foi tomada várias vezes pelas tribos bárbaras. O infame bárbaro Heafstaag a conquistou duas vezes, mas falhou em sua última tentativa, quando Heafstaag tentou conquistar todas as dez cidades em um ataque maciço. Uma das mais belas dos assentamentos no Vale do Vento Gélido , Termalaine criou lindos jardins, com o plantio de árvores ao redor das casas muito dispersas, que foram colocados por trás de muros de pedra solta para proteger as estruturas contra o vento.

O principal rival Termalaine foi Targos , e seus feudos para os direitos de pesca no Maer Dualdon. Essa briga sempre foi política e nunca foi levada a extremos militares.

Ao longo da história de ataques Termalaine foi a cidade mais atacada por invasores, uma vez que a outra aldeia mais setentrional, Lonelywood , foi seguramente colocada atrás de uma floresta. Termalaine também era vulnerável a ataques por causa do planalto chamado Run Bremen que passa ao lado da comunidade. Em tempos de guerra, sua guarda sempre pôde contar com reforços enviados pela aldeia de Lonelywood.

 

Targos

A cidade situa-se costa sul da Dualdon Maer ao longo de uma série de penhascos altos que abrigavam sua porta dos ventos de inverno selvagens. As águas profundas do porto permitiram a construção de navios que eram grandes para a área, e por estarem protegidas pela encosta de um enorme penhasco das principais correntes de vento invernal, a construção pode continuar durante boa parte do ano. Como resultado, a cidade estava entre as cidades maiores da região para a pesca da truta knucklehead, típica da região e vendida seca e salgada para toda a região além do Vale.

 

Easthaven

A cidade fica à margem sul do Lac Dinneshere na extremidade leste da rota que leva a Bryn Shander . Originalmente apenas uma pequena aldeia, a construção da estrada para Bryn Shander provou ser uma bênção para a aldeia, que tornou-se a comunidade que mais cresce na região, com uma frota de pesca que rivaliza com a de Caer-Dineval

 

Dougan’s Hole e Good Mead

As menores das aldeias não é mais do que um par de vilarejos com algumas casas e um entreposto. Passaram à margem das complicações políticas e bélicas dos últimos 2 séculos e dedicam-se basicamente à caça na região que fica entre o sul do Lac Dinneshere e a estrada para Bryn Shander. Como isto mantém as estradas seguras, e ao mesmo tempo garante aos habitantes uma convivência sem conflito de interesses com os vizinhos, que se dedicam à pesca, a região tem a proteção de Bryn Shander e mesmo suporte financeiro e logístico durante o inverno.

 

Caer-Konig e Bremen

Com o fim das guerras bárbaras, a população das 2 cidades foi movida para Caer-Dineval e Targos, respectivamente. Hoje as cidades têm participação mínima no conselho, e seus representantes geralmente nem mesmo comparecem às reuniões. São deixados em paz e assim deixam o resto da região também em paz. Quando os bárbaros das tribos enviam comitivas a Bryn Shander para os conclaves, toda a cidade sabe que existirão problemas…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s