Pra dizer um Oi

Oi pessoal

bom dia, boa tarde, boa noite!
Meu primeiro post no blog à convite do Leandro. Eu tinha até preparado um texto de discurso para esse momento mas ele ficou no meu trabalho. Tudo o que tenho aqui é uma xícara de chá de frutas vermelhas e o notebook sobre o colo (meu café da manhã dos campeões).

A idéia desse post surgiu dum pequeno conto que postei no facebook do Grupo Crônicas de Mil Mundos… Registrando um momento especial da aventura que marcou minha personagem. O conto surgiu do nada, eu nem sequer ia escrever sobre aquilo, apenas escrevi.

Continuar lendo

O Milagre

Quando vi que a vida daquele homem pequenino seria perdida senti o desespero maior em minha alma.

Eu viera junto com o grupo que me acompanhara desde o incidente no navio. Vinha buscar o pai de um menino que me fizera prometer encontrá-lo. Ele estava amarrado e assim que o libertei ele levou uma pedrada de um inimigo que tentava me acertar dum penhasco. Estava quieto mas vivo e debrucei-me sobre ele ainda tentando reanimá-lo. Me preparava para tentar curá-lo com o Lay on Hands quando ouvi um grito de dor. Ergui os olhos procurando alguém ferido e vi o corpo do anão rolando penhasco abaixo estacando ao meu lado, fazendo meu coração gelar. Minhas mãos ficaram paradas no ar aguardando a decisão de quem salvar primeiro, porque talvez eu só tivesse forças para um deles. Depois de um segundo de confusão voltei-me para o anão afinal Dévon me parecia tranquilo, mas aquele estava gravemente ferido.

Continuar lendo