Corvo de Madeira

Introdução de personagem para a nova campanha de D&D 5e

CorvoDeMadeira“Eu já estou morto”, disse pra si mesmo, sujo e maltrapilho.

Em parte, ele se sentia assim. Havia vivido dezenas de vidas dos homens, e se lembrava de tanto, que mesmo os anos de contemplação e austera disciplina no monastério falham em tornar mais leve.

“Eu conheço você, monge! Não são muitos os elfos vivendo por essas bandas. Passarinho-alguma-coisa, não é?”, perguntou rindo a estalajadeira da velha pousada na encruzilhada, com sua risada fazendo corar as bochechas brancas e balançar os seios que lutam contra o tecido gasto das roupas, gastas porém limpas, que podem um dia ter sido tingidas de verde.

O monge concordou, com uma discreta aquiescência, que a identificação era positiva. Não que estivesse correta, mas ele também não estaria disposto a corrigi-la. Há décadas o vigoroso elfo de cabeça raspada (como cabia a todos os monges de sua ordem) e pele acobreada atendia por outro nome: seus irmãos monges o apelidaram de Corvo de Madeira.

Continuar lendo